James Hill/The New York Times
James Hill/The New York Times

Candidatura de atriz anima eleições russas e divide a oposição

Cientistas políticos dizem que entrada de Ksenia Sobtchak no pleito pode até favorecer Vladimir Putin

O Estado de S.Paulo

19 Outubro 2017 | 16h49

MOSCOU - A candidatura de Ksenia Sobtchak, uma atriz, jornalista e apresentadora de TV próxima da oposição animou as eleições presidenciais russas, nas quais Vladimir Putin parece ter vitória assegurada, afirmam analistas. 

Sobtchak, de 35 anos, é uma das poucas vozes críticas contra Putin nos meios de comunicação da Rússia, e anunciou na sua quarta-feira sua candidatura para as eleições de março. Mas, segundo opositores, sua ação pode até favorecer Putin.  

O maior rival do líder russo, Alekséi Navalny, que levou milhares de pessoas às ruas em protestos contra a corrupção foi declarado inelegível por uma comissão eleitoral após ter sido condenado pela Justiça. 

Segundo o cientista político Konstantin Kalatchev, a candidatura de Ksenia se explica pela "vontade de criar interesse pelas eleições. É uma tentativa de construir uma candidata liberal e sedutora, mas de maneira artificial", afirma. 

Putin sobre EUA: é difícil dialogar com quem confunde Áustria com Austrália

Em 2012, a candidatura do milionário Mijaíl Prójorov, que ficou em terceiro, já foi interpretada como uma candidatura coordenada pelo Kremlin para frear a onda de protestos após a reeleição de Vladimir Putin. 

"A iniciativa de Sobtchak não teria nenhum sentido sem o aval do Kremlin", disse o cientista político Igor Bunin em declarações ao jornal RBK. 

Polêmico embaixador russo em Washington voltará a Moscou

Ksenia se aproximou politicamente de Navalny durante as manifestações de 2011 e 2012 e também se tornou um dos principais rostos da oposição. 

Apesar disso, os russos se interessam pouco nestas eleições, em que Putin ainda não apresentou oficialmente sua candidatura, mas sai como principal favorito e muito provavelmente sem nenhum rival de peso. 

Rússia destrói hoje suas últimas armas químicas, anuncia Putin

Com Ksenia, o "povo tem garantido o circo, apesar de preferir o pão", escreveu o jornal popular Moskovski Komsomolets.

"Não tem candidato? Vote por Ksenia Sobtchak. Não para elegê-la, mas para ter o direito legal e pacífico de dizer basta", declarou ela mesma em um vídeo publicado na internet. 

Navalny, que no domingo cumpre sua terceira condenação neste ano, já criticou antes de que fosse oficial uma possível candidatura de Ksenia, assegurando que ela responde a interesses do Kremlin. 

Em artigo publicado pelo movimento político de oposição Open Russia, a jornalista Zoia Svetova lamenta que a candidata esteja "dando legimitidade às eleições". 

Por outro lado, Konstantin Kalatchev diz que a entrada dela nas eleições converte o pleito "em um circo e uma farsa". "Por isso, muita gente terã ainda mais razões para não ir votar", diz. / AFP

Mais conteúdo sobre:
Moscou [Rússia]Vladimir Putin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.