Canibal se entrega nas Filipinas

Dezesseis dias depois de fugir de uma prisão no sul das Filipinas, se entregou hoje às autoridades do país um homem que assassinou, em 1985, um missionário italiano e devorou parte de seu cérebro. Norberto Manero, condenado em 1987 juntamente com seus dois irmãos e outras quatro pessoas pelo assassinato do reverendo Tullio Favali, se entregou à polícia sem oferecer qualquer resistência, na cidade de Cotabato, no sul das Filipinas, seguindo o conselho de seu advogado. Manero e os outros assassinos faziam parte de uma milícia governamental organizada pelo extinto ditador Ferdinand Marcos, para combater os rebeldes no sul das Filipinas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.