Cantor quer fazer shows para arrecadar fundos ao Haiti

O cantor e compositor Carlinhos Brown pretende comandar shows beneficentes no Brasil e nos Estados Unidos, junto com a colombiana Shakira e o haitiano Wiclef Jean, para arrecadar fundos para a reconstrução do Haiti. A proposta foi apresentada ao Itamaraty por Carlinhos Brown e deverá ser trabalhada pelas agências de cooperação brasileira e americana. A ideia, entretanto, é vista como preliminar pela diplomacia.

DENISE CHRISPIM MARIN, Agencia Estado

14 de janeiro de 2010 | 20h10

De acordo com a assessoria de imprensa do Itamaraty, essa foi apenas uma das propostas de ajuda coletadas pelo Núcleo de Assistência aos Brasileiros (NBA) e por outros canais. Empresas brasileiras também ofereceram a doação de mantimentos e equipamentos. Os hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês, de São Paulo, se mostraram prontos para enviar equipes médicas.

Conforme explicou um diplomata, a dificuldade para acolher as ofertas de envio de profissionais para o Haiti está na precária logística do país. Sem condições básicas de acolhimento - como alojamento, comida e água -, essas pessoas não teriam como desempenhar suas funções adequadamente e se tornariam "bocas a mais para serem alimentadas".

Hoje, o Itamaraty embarcou para Porto Príncipe um diplomata especializado na área consular para montar essa estrutura logística. Outros quatro diplomatas e um militar brasileiro foram enviados para reforçar a Embaixada do Brasil na República Dominicana, país vizinho ao Haiti e que se tornou o principal canal de ajuda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.