Cão sobrevive a 68 dias no fundo de um poço

Flossy, um cão pastor islandês de sete anos, foi encontrado vivo após ter passado 68 dias em um poço seco da localidade costeira de Gilleleje, na Dinamarca. O cachorro desapareceu no dia 2 de junho, quando perseguia um gato, em meio a um passeio com sua dona, Brigitte Pontoppidan. Após vários dias de busca, Brigitte desistiu de procurar Flossy, concluindo que ele havia morrido. Domingo passado, porém, quando era feita a inspeção anual do poço, o animal foi encontrado, muito fraco e com latidos quase inaudíveis. Flossy sobreviveu, sem alimentos, graças à terra úmida do poço, de 4 m de profundidade.Ao ser resgatado, ele estava em estado lamentável. Perdeu a metade de seu peso (11 quilos de 22) e agora passa o tempo comendo seu alimento favorito, arroz com frango, e dormindo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.