Capacete encontrado em Bagdá retorna a Israel

Um capacete que deve ter pertencido a um piloto israelense que teve o avião abatido na guerra de 1967 voltou a Israel. O capacete estava em um museu de Bagdá, capital iraquiana, e foi devolvido à embaixada de Israel na Jordânia por oficiais norte-americanos. Três aviões israelenses foram abatidos e caíram em território iraquiano no primeiro dia da Guerra dos Seis Dias, em 1967. Um dos pilotos foi capturado. Os outros dois teriam sido mortos. A imprensa israelense afirma que o capacete pertencia a um dos dois pilotos mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.