Efe
Efe

Capriles afirma que vai se encontrar com presidentes do Chile e do Peru

Líder da oposição venezuelana disse, em seu programa 'Todos somos Venezuela', que vai viajar nesta semana

O Estado de S. Paulo,

16 de julho de 2013 | 20h16

CARACAS - O líder opositor venezuelano, Henrique Capriles, anunciou nesta terça-feira, 16, que vai viajar para o Chile e para o Peru nesta semana para falar da crise política na Venezuela após as eleições que elegeram o chavista Nicolás Maduro presidente.

"Vamos ao Chile e ao Peru esta semana levar nossa voz", disse Capriles em entrevista no seu programa "Todos somos Venezuela", transmitido pela internet. O governador do Estado de Miranda afirmou que vai se reunir com os presidentes chileno, Sebastián Piñera, e peruano, Ollanta Humala.

Segundo a agência France Press, o opositor ficará no Chile quinta e sexta-feira para se encontrar com a comunidade venezuelana. Capriles tenta marcar reuniões com parlamentares no Peru, onde estará no sábado.

O opositor não reconhece a vitória de Maduro nas eleições de 14 de abril. O chavista, herdeiro político de Hugo Chávez, venceu por uma diferença de 1,49 pontos percentuais.

No dia 29 de maio, Capriles esteve com o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, o que causou tensões entre os governos da Colômbia e da Venezuela.

 
Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaHenrique Capriles

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.