Capriles desafia Maduro para debate na Venezuela

Candidato da oposição à Presidência da Venezuela, Henrique Capriles pediu desculpas à família do falecido presidente Hugo Chávez e desafiou o candidato governista, Nicolas Maduro, para fazer uma discussão dos problemas do país em meio a um processo eleitoral que tem sido caracterizado pela desqualificação.

Agência Estado

14 de março de 2013 | 21h05

"Vamos discutir a segurança, a economia de energia elétrica, a água, a coleta de lixo, as estradas", disse hoje Capriles, à rádio local Unión. O desafio do líder oposicionista ocorre um dia depois de o presidente interino Maduro ter dito que consideraria a ideia de um debate, antes das eleições de 14 de abril, desde que Capriles se desculpasse com a família de Chávez por questionar a veracidade sobre o dia da morte do líder bolivariano.

"Eu não ofendi ninguém, não é esse o meu estilo e nunca será", afirmou Capriles. "Mas se uma alguma palavra foi mal interpretada ou alguém se sentiu ofendido, receba a nossa palavra de desculpa.''''

Maduro informou que Chávez morreu no dia 5 de março, vítima de um câncer, após ter sido mantido longe dos olhos do público desde dezembro. Segundo ele, o presidente morreu naquele dia às 16h25, horário de Caracas.

Dias depois, Capriles acusou Maduro de usar politicamente a morte de Chávez para promover sua campanha política e chegou a questionar se o presidente havia mesmo morrido no dia em que foi informado. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaCaprilesMaduroChávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.