Cápsula para retirada de mineiros está pronta

CHILE

, O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2010 | 00h00

A primeira das três cápsulas construídas para o resgate dos 33 mineiros presos a quase 700 metros de profundidade no Chile chegou, no sábado, ao local onde o grupo está preso desde agosto. Com 1,90 metro de altura e 53 centímetros de diâmetro, as cápsulas serão usadas para retirar os trabalhadores da mina, um por um, depois que três dutos terminarem de ser perfurados para alcançar o refúgio, o que deve ocorrer em outubro ou no início de novembro. A cápsula foi apresentada ontem aos parentes dos mineiros (foto) que estão perto da Mina San José, no norte do país. Feita em aço, ela pesa 420 quilos e têm três tanques de ar comprimido. De acordo com o ministro da Saúde do Chile, Jaime Manalich, os tanques serão suficientes para 90 minutos de respiração, bem mais do que os cerca de 15 a 20 minutos necessários para o transporte do refúgio à superfície. Segundo Manalich, um microfone permitirá a comunicação durante o trajeto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.