Cápsula russa Soyuz chega à estação Internacional

A cápsula Soyuz, que levou três astronautas ao espaço, atracou-se nesta sexta-feira à Estação Especial Internacional, elevando para oito o número de tripulantes em órbita. Chris Cassidy, dos Estados Unidos, e os russos Pavel Vinogradov e Alexander Misurkin viajaram seis horas na cápsula antes de se atracarem ao módulo russo Rassvet sobre o oceano Pacífico, às 23h de quinta-feira (28).

Agência Estado

29 de março de 2013 | 15h32

"É uma visão tão bonita que é difícil de acreditar", disse Vinogradov, de 59 anos, que já esteve no espaço em 1997 e em 2006, à televisão da Nasa.

Os novos tripulantes passarão cinco meses no espaço antes de voltarem para a Terra. Foram necessárias quase duas horas até que houvesse a equalização de pressão entre a cápsula e a estação, permitindo a entrada dos novos tripulantes.

Cassidy, Vinogradov e Misurkin foram recebidos com abraços pelo norte-americano Tom Marshburn, o russo o Roman Romanenko e o canadense Chris Hadfield, que está na estação desde dezembro.

Foi a primeira vez que uma tripulação fez uma rota tão direta à estação espacial. Cassidy, Vinogradov e Misurkin são os primeiros a chegar a estação após apenas quatro órbitas ao redor da Terra, em vez das 50 horas padrão para chegar ao local. A nova manobra fora testada com sucesso por três naves de carga russas não tripuladas. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Soyuzestação Internacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.