Caracas acusa Washington de complô

O chanceler da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou ontem os Estados Unidos de terem orquestrado o escândalo da maleta para prejudicar as relações entre governos sul-americanos. "Finalmente veio à tona a mão que estava por trás da campanha em torno da famosa maleta, algo que já havíamos denunciado ser uma emboscada", afirmou Maduro depois que os EUA anunciaram a prisão de venezuelanos envolvidos no caso. "Hoje não restou nenhuma dúvida dessa montagem", acrescentou. "É uma questão delicada que o governo dos EUA esteja seguindo o caminho da guerra judicial para tentar dar veracidade a sua guerra política, psicológica e por meio da mídia contra o governo bolivariano e a revolução da Venezuela, contra os governos progressistas do continente."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.