Marcelo Garcia/AP
Marcelo Garcia/AP

Caracas cancela comemoração de ano-novo após piora da saúde de Chávez

Em vez da festa, mensagem da prefeitura encoraja 'toda família a receber um ano-novo com uma oração de fé e esperança pela saúde do presidente'

Lucas Hirata, Agência Estado

31 de dezembro de 2012 | 14h54

CARACAS - Por causa das "novas complicações" no estado de saúde do presidente venezuelano Hugo Chávez, o escritório do prefeito de Caracas anunciou no Twitter que cancelou a comemoração anual de Ano-Novo na cidade, realizada tradicionalmente na icônica Plaza Bolívar. Em vez da festa, a mensagem da prefeitura encorajava "toda família a receber um ano novo com uma oração de fé e esperança pela saúde do presidente Chávez".

No domingo a noite, o vice-presidente do país, Nicolás Maduro, disse em um discurso pela televisão que o presidente venezuelano enfrenta "novas complicações" e permanece em estado "delicado", uma vez que se recupera de uma cirurgia para retirada de um câncer realizada em Cuba.

"Depois de 19 dias desde uma complexa cirurgia, o estado do presidente Hugo Chávez continua delicado, apresentando complicações que estão sendo tratadas, em um processo que não está isento de riscos", disse em tom sóbrio o vice-presidente Maduro, que recentemente foi indicado pelo líder como seu sucessor preferido.

Como Chávez luta contra uma infecção respiratória pós-operatória e permanece em uma "situação difícil", Maduro disse ontem que planejava ficar em Havana com o presidente e sua família "nas próximas horas" para ver como o estado de saúde de Chávez evoluiria. Maduro não deu mais detalhes sobre os novos problemas enfrentados pelo líder. As informações são da Dow Jones. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.