Marcelo Garcia/AP
Marcelo Garcia/AP

Caracas cancela comemoração de ano-novo após piora da saúde de Chávez

Em vez da festa, mensagem da prefeitura encoraja 'toda família a receber um ano-novo com uma oração de fé e esperança pela saúde do presidente'

Lucas Hirata, Agência Estado

31 de dezembro de 2012 | 14h54

CARACAS - Por causa das "novas complicações" no estado de saúde do presidente venezuelano Hugo Chávez, o escritório do prefeito de Caracas anunciou no Twitter que cancelou a comemoração anual de Ano-Novo na cidade, realizada tradicionalmente na icônica Plaza Bolívar. Em vez da festa, a mensagem da prefeitura encorajava "toda família a receber um ano novo com uma oração de fé e esperança pela saúde do presidente Chávez".

No domingo a noite, o vice-presidente do país, Nicolás Maduro, disse em um discurso pela televisão que o presidente venezuelano enfrenta "novas complicações" e permanece em estado "delicado", uma vez que se recupera de uma cirurgia para retirada de um câncer realizada em Cuba.

"Depois de 19 dias desde uma complexa cirurgia, o estado do presidente Hugo Chávez continua delicado, apresentando complicações que estão sendo tratadas, em um processo que não está isento de riscos", disse em tom sóbrio o vice-presidente Maduro, que recentemente foi indicado pelo líder como seu sucessor preferido.

Como Chávez luta contra uma infecção respiratória pós-operatória e permanece em uma "situação difícil", Maduro disse ontem que planejava ficar em Havana com o presidente e sua família "nas próximas horas" para ver como o estado de saúde de Chávez evoluiria. Maduro não deu mais detalhes sobre os novos problemas enfrentados pelo líder. As informações são da Dow Jones. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.