Caracas rebate críticas de diplomata chileno

A Venezuela classificou ontem de "um deplorável desatino" os comentários do vice-chanceler chileno Alberto Van Klaveren, que afirmou ter sido "desproporcional" a decisão de expulsar dois membros da ONG Human Rights Watch da Venezuela. No comunicado, Caracas voltou a dizer que "não aceitará nenhuma intromissão estrangeira em seus assuntos internos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.