Cardeais iniciam conclave para eleger novo papa

Os 115 cardeais católicos que elegerão o próximo papa concluíram há pouco o juramento solene de silêncio e estão agora fechados na Capela Sistina para o conclave que determinará o sucessor de Bento XVI.

AE, Agência Estado

12 de março de 2013 | 13h52

As pesadas portas da Capela Sistina foram fechadas pelo monsenhor Guido Marini, mestre de cerimônias litúrgicas, depois de dizer em voz alta "Extra omnes", a ordem em latim para que só permaneçam ali aqueles que participarão do conclave.

Apenas uma votação está prevista para hoje. Caso um papa seja eleito logo na primeira votação, a chaminé da Capela Sistina expelirá uma fumaça branca. Se nenhum cardeal receber dois terços dos votos dos presentes, a chaminé expelirá uma fumaça preta e os prelados voltarão a se reunir amanhã pela manhã. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Vaticanoconclaveinício

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.