Cardeal de Boston vai ao Vaticano entre rumores de demissão

A repentina visita do cardeal Bernard F. Law a Roma - confirmada na capital italiana pelo porta-voz do Vaticano, Joaquín Navarro Valls - despertou rumores sobre sua possível demissão; também se especula que o cardeal Law possa ter decidido comunicar ao Vaticano sua intenção de declarar a falência do arcebispado de Boston. Informes publicados em Boston, que citavam fontes anônimas, indicam que Law foi a Roma para assessorar-se sobre dois temas: se a arquidiocese americana deveria declarar-se em concordata para proteger-se da bancarrota ou se ele, pressionado a se demitir, iria deixar o cargo. Atualmente, o cardeal de Boston tem sido muito criticado pelos sacerdotes de sua diocese devido à sua maneira de conduzir o escândalo dos padres pedófilos. Esta é a segunda visita inesperada de Law a Roma neste ano. Em abril, ele ofereceu sua renúncia ao papa João Paulo II, mas ficou decidido que a imagem do clero americano seria lavada dos escândalos sexuais que sacudiram os EUA na época. Não se sabe em que dia Law viajou para Roma, nem quando retornará a Boston. O cardeal tem de prestar declarações em 17 de dezembro em um processo sobre abuso sexual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.