Cardeal Pio Laghi morre em Roma aos 86 anos

Morreu o cardeal Pio Laghi, um diplomata veterano do Vaticano que em 2003 foi a Washington e tentou dissuadir sem sucesso o presidente dos EUA, George W. Bush, da invasão do Iraque, informou a Santa Sé neste domingo. Laghi tinha 86 anos.Segundo a Rádio Vaticano, Laghi morreu no sábado em um hospital em Roma, onde estava internado há algum tempo. Em 2003, o então Papa João Paulo II escolheu Laghi para se encontrar com Bush na véspera da invasão do Iraque. Laghi tentou evitar a invasão do Iraque, que ele chamou de injustificada. "Você pode começar (a guerra) mas não sabe como acabá-la", ele disse então a Bush, a quem entregou uma carta de João Paulo II.Nascido na Itália, Laghi teve uma longa carreira no corpo diplomático do Vaticano, servindo primeiro na Nicarágua em 1952. Depois, ele viveu na Índia, em Jerusalém, nos territórios palestinos, no Chipre, Grécia, Argentina e, a partir de 1980, representou o Vaticano nos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.