Cargueiro afunda na Noruega e derrama 300 ton. de petróleo

O cargueiro Server, de nacionalidade cipriota, derramou cerca de 300 toneladas de petróleo após afundar nessa sexta-feira à noite em frente à costa de Bergen, no sul da Noruega, no meio de um temporal, informaram as autoridades litorâneas daquele país.O navio, de 180 metros de comprimento e que tinha deixado a cidade norueguesa de Årdal rumo a Murmansk, no extremo noroeste da Rússia, levava a bordo 585 toneladas de petróleo e 72 de diesel, quando teve que enfrentar um temporal com ondas de até sete metros e meio de altura, segundo a Direção Geral das Costas da Noruega.Este organismo de vigilância recebeu ontem um pedido de socorro do navio, que afundou pouco antes da meia-noite, próximo a um farol de Hellesøe, em Fedje, no norte de Bergen.Helicópteros de salvamento encontraram os 25 tripulantes do cargueiro ilesos, e os levaram até Bergen.As 300 toneladas de petróleo derramadas são um calculo provisório, baseado nas declarações do capitão do navio.A Direção Geral das Costas vigia a zona com navios e helicópteros. As más condições meteorológicas dificultaram os trabalhos de limpeza.As autoridades litorâneas reconheceram hoje que parte do petróleo já tinha chegado ao litoral de Fedje, embora a maioria continue na área do naufrágio. Segundo o Instituto Meteorológico, a mancha se desloca em direção ao norte.O ministro de Pesca Dag Terje Andersen, assinalou neste sábado que era muito cedo para determinar a dimensão do derrame, mas destacou que pouco depois do naufrágio, já havia na zona quatro navios, dois deles equipados com aparelhos para sugar o petróleo.A Direção Geral das Costas norueguesas qualificou o incidente de "muito grave", e estimou que os trabalhos de limpeza poderiam durar no mínimo de seis meses.Organizações ecologistas norueguesas disseram ter visto aves com manchas de petróleo na ilha de Herdla, uma reserva natural com 220 espécies, embora as autoridades norueguesas disseram não ter conhecimento que o vazamento tivesse chegado até lá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.