Carla Bruni, visivelmente grávida, recebe primeiras-damas do G8

Primeira-dama francesa se reuniu com outras mulheres para discutir analfabetismo

Efe

26 de maio de 2011 | 12h26

Carla Bruni (centro) com vestido branco que ressalta sua gravidez

 

 

DEAUVILLE - Carla Bruni, a esposa do presidente francês, Nicolas Sarkozy, se reuniu nesta quinta-feira, 26, visivelmente grávida, com as primeiras-damas que assistiam à cúpula do Grupo dos Oito (G8, que agrega os países europeus e os principais emergentes) de Deauville para participar de um encontro sobre analfabetismo.

 

Carla Bruni recebeu as esposas dos líderes do G8 para um almoço na Villa Strassburger, uma luxuosa propriedade de Deauville no litoral de Normandia, e escolheu um amplo vestido branco, que permitia ver com clareza a gravidez da cantora e ex-modelo.

 

Após o almoço, as esposas, com exceção da mulher do presidente americano, Barack Obama, Michelle - se sentaram em torno de uma mesa para discutir o problema do analfabetismo, uma questão na qual se centra a atividade da fundação criada por Bruni-Sarkozy em abril de 2009.

 

As esposas dos dirigentes, que também assistirão com seus maridos à recepção que o presidente francês oferecerá no final das sessões de trabalho antes do jantar, voltarão a se reunirem na sexta-feira, durante um almoço que encerrará a cúpula.

 

A refeição também contará com a presença das mulheres de chefes de Estado e do Governo dos países africanos que estão associados ao G8, e estará centrada na luta contra a transmissão da aids através das mães para seus filhos.

 

O marido da chanceler alemã, Angela Merkel, o único homem entre os cônjuges dos líderes, não participou da programação de Deauville.

Tudo o que sabemos sobre:
Carla BrunigravidezG8Sarkozy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.