Responsável por centenas de execuções de presos na China, o carrasco Hu Xiao deu uma rara entrevista a um jornal local dizendo que o trabalho é "simples". Hu, que há 19 anos cumpre a função, contou que o maior contratempo já enfrentado foi um condenado que conseguiu sair correndo na direção dos rifles do pelotão de fuzilamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.