Carro-bomba deixa ao menos 23 mortos e 40 feridos no norte do Iraque

Atentado ocorreu em mercado próximo a delegacia na cidade de Khalis

Agência Estado

21 Maio 2010 | 15h08

BAGDÁ - Uma van carregada de explosivos explodiu em um mercado na cidade de Khalis, no norte do Iraque, e deixou ao menos 23 mortos e 55 feridos, informou nesta sexta-feira, 21, a Polícia local.

 

O local onde ocorreu a explosão fica perto de um quartel da Polícia de Khalis, cidade da província de Diyala, a cerca de 80 quilômetros de Bagdá. O veículo foi detonado no início da noite, quando os donos das lojas encerravam suas atividades.

 

"A explosão foi poderosa. Muitas lojas foram destruídas e alguns tetos cederam. O telhado do café, que estava cheio de gente, também caiu. Acreditamos que haja pessoas embaixo dos escombros", disse o policial Abdul Jabar Ihmoid.

 

Um outro carro-bomba foi detonado também na sexta na cidade de Nimrud, ao sul da cidade de Mosul, também na região norte do país. Não houve mortes neste ataque, mas sete pessoas ficaram feridas.

 

As tensões no Iraque têm aumentado desde que as inconclusivas eleições de 7 de março não elegeram uma nova liderança e aumentou as preocupações sobre o renascimento da violência sectária. A coalizão do ex-primeiro-ministro Iyad Allawi, apoiada pelas minorias sunitas, obteve dois assentos a maior no Parlamento sobre o bloco xiita do atual premiê, Nouri al-Maliki.

 

As minorias sunitas do Iraque se julgam marginalizadas pelos xiitas desde 2003, quando a invasão americana derrubou o ditador Saddam Hussein. As eleições ainda devem ser validadas e as negociações para formar um novo governo poderia levar até meses.

Mais conteúdo sobre:
Iraque atentados carro-bomba mortes terrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.