Carro-bomba deixa dois mortos e 15 feridos no Iraque

Um carro-bomba que tinha como alvo um juiz responsável por casos de terrorismo explodiu nesta quarta-feira na cidade de Kirkuk, no norte do Iraque, matou duas pessoas e deixou outras 15 feridas, entre elas o magistrado Aziz Ibrahim. A explosão do carro aconteceu no momento em que Ibrahim chegava ao escritório, que fica perto de uma delegacia da polícia, disse o coronel Sherzad Mofari, da polícia iraquiana. Além do juiz, dois dos guarda-costas do magistrado foram feridos, bem como três policiais.

AE, Agência Estado

20 de junho de 2012 | 16h28

Kirkuk fica 290 quilômetros ao norte de Bagdá, na fronteira entre as províncias de maioria árabe do Iraque e o Curdistão iraquiano. A explosão do carro provocou o incêndio de pelo menos uma loja e derrubou várias pessoas no chão. Kirkuk é uma cidade atingida pela violência sectária, em parte pelas diferenças entre sua população, formada por curdos, árabes e turcos. Cada grupo étnico tenta controlar a cidade e os ricos campos petrolíferos que ficam ao seu redor.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.