Carro-bomba explode e mata 7 policiais no Paquistão

Ataque foi contra comboio policial nos arredores da cidade de Peshawar, no noroeste do país

Efe,

07 de março de 2009 | 04h05

Pelo menos sete policiais morreram neste sábado, 7, e várias pessoas ficaram feridas vítimas da explosão de um carro-bomba nos arredores da cidade de Peshawar, situada no conflituoso noroeste do Paquistão. Paquistão mostra retrato-falado de suspeitos de atacar atletasPaquistão prende suspeitos por ataque contra time do Sri LankaAcusados em Mumbai são suspeitos de atacar seleção cingalesa Galeria de fotos do atentado e funeral das vítimas Segundo uma fonte policial citada pela agência estatal de notícias APP, o ataque, registrado na capital da Província da Fronteira do Noroeste (NWFP), tinha como alvo um comboio da polícia e todas as vítimas foram policiais. O ataque aconteceu quando o terrorista suicida que dirigia o carro se aproximou com seu veículo do comboio policial e detonou a carga explosiva, segundo o canal privado Express TV, que não especificou as fontes. Em comunicado, o primeiro-ministro paquistanês, Yousef Razá Gillani, condenou o ataque e ordenou o início de uma investigação sobre o ocorrido. Trata-se do maior atentado no Paquistão desde terça-feira passada, quando um comando terrorista atacou o comboio da seleção de críquete do Sri Lanka e matou sete pessoas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.