Carro-bomba explode perto do local onde Uribe fará reunião

O motorista de um caminhão ficou ferido nesta sexta-feira na explosão de um carro-bomba nos arredores da cidade de Villavicencio, poucas horas antes de o presidente Álvaro Uribe presidir um conselho de segurança próximo ao local. Uribe viajará a Apiay, base da Força Aérea Colombiana, próxima a Villavicencio, capital do estado de Meta. A explosão aconteceu no começo da antiga estrada que une Villavicencio a Bogotá, disse à imprensa o coronel William Núñez, comandante da Polícia de Meta. O oficial informou que o carro explodiu na passagem de um caminhão-reboque e provocou uma onda expansiva que deixou o motorista ferido e danificou o veículo. O governador de Meta, Juan Manuel González, disse à rede Caracol Radio que o carro-bomba foi ativado a dois quilômetros do centro da cidade, ao sul de Bogotá. "Felizmente foi nos arredores de Villavicencio", afirmou González, acrescentando que efetivos do Exército e da Polícia isolaram a área. Segundo o governador, a carga foi ativada através de um sistema de comunicação, aparentemente por telefone celular. As autoridades regionais não descartam que o carro tenha sido abandonado nos arredores da cidade devido às medidas de segurança adotadas na cidade por ocasião da visita de Uribe. A explosão é a segunda de um carro-bomba na Colômbia nas últimas 12 horas. Na quinta-feira à noite, um 4x4 que transportava explosivos matou três pessoas nos arredores de Fusagasugá, também no departamento de Meta. Nos dois casos, as autoridades não conseguiram determinar se os ataques foram cometidos por guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), organização que mantém uma ofensiva de ataques e assaltos desde meados de outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.