Carro-bomba fere ex-ministro e mata motorista no Líbano

O ex-ministro libanês Marwan Hamadeh sobreviveu a uma aparente tentativa de assassinato nesta sexta-feira, quando um carro-bomba explodiu próximo a ele. Com a explosão, o motorista de Marwan morreu e seu segurança ficou ferido. Hamadeh, de 65 anos, é atualmente deputado e até o início do mês era ministro da Economia no país. Hamadeh sofreu ferimentos no rosto e nas mãos e teve que ser submetido a uma cirurgia para reconstruir parte da face. Segundo a polícia local, diversos carros foram atingidos pela explosão. Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque. O presidente Emile Lahoud e o primeiro-ministro Rafik Hariri condenaram o atentado, assim como o grupo islâmico Hezbollah.

Agencia Estado,

01 Outubro 2004 | 17h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.