Carro-bomba mata 10 no Iraque; polícia impede 2º atentado

Um carro-bomba foi detonado perto de um complexo de edifícios públicos na cidade de Haditha, no oeste do Iraque, matando 10 iraquianos. Em Karbala, a polícia evitou ataque semelhante, ao perseguir um carro cheio de explosivos. Os dois terroristas no interior do veículo detonaram as bombas prematuramente, matando apenas a si mesmos. Ontem, um ataque suicida matou pelo menos 10 pessoas com um carro-bomba, e o governador de Mosul foi morto numa emboscada contra o comboio no qual viajava. Em entrevista coletiva, o premier Iyad Allawi disse que o Diretório Geral de Segurança ?aniquilará esses grupos terroristas, se Deus quiser?. O diretório é um novo organismo criado pelo governo provisório. Allawi afirmou ter pedido a Bangladesh, Índia, Paquistão, Marrocos e Egito para que enviem tropas para a força internacional que auxilia na segurança do Iraque.

Agencia Estado,

15 de julho de 2004 | 13h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.