Carro-bomba mata 27 peregrinos e fere 60 no Iraque

A explosão de um carro-bomba na periferia da cidade sagrada de Kerbala, no sul do Iraque, provocou a morte de pelo menos 27 peregrinos xiitas, informaram hoje fontes na polícia local. Pelo menos 60 pessoas ficaram feridas no atentado, ocorrido pouco depois do meio-dia local de hoje numa área logo ao leste de Kerbala, perto de um dos três principais acessos à cidade sagrada, prosseguiu a fonte policial. Uma segunda fonte nas forças locais de segurança confirmou o número de vítimas.

AE-AP, Agencia Estado

05 de fevereiro de 2010 | 10h19

Logo depois da explosão do carro-bomba, duas salvas de morteiros atingiram a mesma região e há temores de que o número de vítimas possa aumentar ainda mais, disse uma das fontes policiais. Kerbala se situa a aproximadamente 80 quilômetros ao sul de Bagdá.

Peregrinos xiitas têm sido algo de sucessivos atentados nos últimos dias. O ataque de hoje ocorre no ápice de uma peregrinação a Kerbala para a celebração de um dia santo para os muçulmanos xiitas. Os seguidores do xiismo islâmico celebram hoje o Arbain, dia santo que marca o fim de 40 dias de luto pelo aniversário da morte do Imã Hussein, um venerado santo xiita.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraquecarro-bombaperegrinos xiitas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.