Carro-bomba mata 48 em funeral xiita no Iraque

Ataque ocorreu em Bagdá e deixou 121 feridos; semana foi marcada por ataques violentos no país

Agência Estado

27 de janeiro de 2011 | 10h32

Atualizado às 14h30

 

Iraquianos observam veículo detonado perto da tenda.

 

BAGDÁ - Um carro-bomba explodiu nesta quinta-feira, 27, perto de uma cerimônia muçulmana xiita em Bagdá, matando ao menos 48 pessoas e ferindo outras 121, informou um funcionário do Ministério do Interior, pedindo anonimato.

 

Funcionários iraquianos disseram que a explosão ocorreu perto de uma tenda onde ocorria um funeral, em uma área de maioria xiita no norte da capital. O carro foi estacionado perto de onde ocorria a cerimônia e danificou casas próximas.

 

Três outros iraquianos morreram mais cedo nesta quinta em ataques separados que também deixaram dezenas de feridos.

 

Em pouco mais de uma semana, os atentados no país mataram quase 200 pessoas, o que causa receio quanto ao risco de um aumento na violência, no momento em que os militares dos EUA se preparam para deixar o Iraque.

 

Os atos violentos têm como alvo os xiitas e as forças de segurança do Iraque e representam um grande desafio para o primeiro-ministro Nouri al-Maliki, recém apontado como líder pela frágil coalizão que mantém.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.