Carro-bomba mata ao menos 17 em Damasco

Segundo a televisão estatal síria, automóvel estava carregado com cerca de 200 quilos de explosivos

EFE

27 de setembro de 2008 | 06h31

Pelo menos 17 pessoas morreram neste sábado e 14 ficaram feridas por causa de explosão de um carro-bomba nas proximidades do Aeroporto Internacional de Damasco, informou a televisão síria. A cadeia disse que o atentado aconteceu por volta das 8h (2h de Brasília) nas cercanias de um quartel das forças de segurança, em uma região conhecida como Masraq al Syida Seinab, um lugar freqüentado por muçulmanos xiitas. A televisão estatal síria, que interrompeu sua programação habitual para informar sobre o atentado, afirmou que o automóvel estava carregado com cerca de 200 quilos de explosivos, e que unidades da luta antiterrorista abriram uma investigação para tentar esclarecer a identidade dos agressores. A televisão também informou que a área do fato foi cercada por forças de segurança. O último atentado na Síria aconteceu em 5 de fevereiro quando a explosão de um carro-bomba em Damasco tirou a vida de Imad Mugniyah, dirigente militar do grupo xiita libanês Hezbollah.

Tudo o que sabemos sobre:
TERRORISMOSÍRIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.