Carro-bomba mata dois e fere três em Kirkuk, no Iraque

Região é rica em petróleo; rebeldes querem anexá-la à zona autônoma do Curdistão

Agencia Estado

18 Junho 2007 | 09h48

Pelo menos duas pessoas morreram e três ficaram feridas na explosão de um carro-bomba dirigido por um suicida neste domingo, 17, em Kirkuk, 250 quilômetros ao norte de Bagdá, informaram policiais iraquianos. A explosão aconteceu junto a uma patrulha das forças de segurança curdas, os "peshmergas", na zona de Lilan, oeste da cidade. Dois veículos do comboio sofreram danos, afirmaram as fontes. Os feridos foram levados para um hospital próximo. Os "peshmergas" fazem parte das forças de segurança dos partidos curdos no norte do Iraque. A comunidade curda quer anexar a rica cidade petrolífera de Kirkuk à zona autônoma do Curdistão (norte). O governo regional curdo deseja convocar um plebiscito sobre o status da cidade até o fim do ano, apesar da oposição dos árabes e turcomanos na região.

Mais conteúdo sobre:
Kirkuk Iraque carro-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.