Carro-bomba mata dois militares iraquianos em Bagdá

Pelo menos dois soldados iraquianosmorreram nesta quinta-feira e 25 pessoas, entre elas 16 civis, foram feridas na explosão de um carro-bomba no nordeste de Bagdá, segundo informaram fontes policiais iraquianas. A explosão, que ocorreu às 7h45 (0h45 de Brasília), teve como alvo um quartel do Exército iraquiano no bairro de al-Shaab. Um suicida detonou o veículo na entrada da sede da Guarda Nacional. Pelo menos 11 pessoas, entre elas oito policiais iraquianos, foram feridas nesta quinta-feira em outros ataques em diversos bairros de Bagdá. Segundo fontes policiais iraquianas, os atentados foram cometidos com explosivos, bombas e carros-bomba. Nas últimas 24 horas, foram encontrados 40 corpos com tiros na cabeça em diferentes bairros de Bagdá. Alguns deles apresentavam sinais de tortura. Uma onda de violência abala o país apesar das tentativas do governo iraquiano de aplicar um plano de reconciliação nacional anunciado há dois meses pelo primeiro-ministro, Nouri al-Maliki.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.