Carro-bomba matou três iraquianos em Bagdá

O carro-bomba que explodiu hoje pela manhã próximo à embaixada da Austrália no centro de Bagdá, matou pelo menos três iraquianos e feriu outras oito pessoas, informaram a polícia e o Ministério do Interior do país. Segundo a força de defesa australiana entre os feridos estão três de seus soldados. De acordo com o porta-voz do Ministério do Interior, Adnan Abdul-Rahman, o alvo dos terroristas era um comboio norte-americano. Na semana passada, o governo australiano anunciou que a embaixada poderia ser transferida para a fortemente protegida Zona Verde, que abriga as lideranças americanas e iraquianas. No último dia 17, um café junto à representação da Austrália foi atingido por um carro-bomba. Seis pessoas morreram - nenhuma era australiana.

Agencia Estado,

25 Outubro 2004 | 08h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.