Carro de embaixador dos EUA atingido por ovos em Caracas

Dezenas de pessoas protestaram nesta sexta-feira contra a visita do embaixador dos Estados Unidos na Venezuela, William Brownfield, a um bairro de Caracas. Os manifestantes, gritando palavras de apoio ao presidente Hugo Chávez, jogaram frutas, vegetais e ovos contra os quatro veículos da comitiva do embaixador e bloquearam por vários minutos sua passagem. Depois, um grupo de motociclistas passou a seguir o comboio, jogando objetos contra os carros. Ninguém ficou ferido. "Foi uma demonstração muito violenta por parte de um pequeno grupo de pessoas que parece ter sido organizado pelo escritório do prefeito", denunciou o porta-voz da Embaixada americana, Brian Penn. Ele acrescentou que a escolta policial fornecida pelo governo venezuelano "não fez nada" para conter os manifestantes. O embaixador Brownfield tem enfrentado ultimamente protestos em suas aparições públicas. O presidente Chávez acusa o governo dos EUA de conspirar para derrubá-lo ou mesmo assassiná-lo. A Embaixada americana já pediu ao governo venezuelano para reforçar a segurança do diplomata. Penn disse que o protesto ocorreu durante uma visita de Brownfield a um estádio de beisebol no sul de Caracas a fim doar bastões e outros materiais a uma liga juvenil. Durante o evento, um partidário de Chávez, usando um emblema de identificação do escritório do prefeito, se aproximou para dizer que os moradores do local exigiam a saída do embaixador, afirmou Penn. Brownfield se manteve no local até o fim do evento, enquanto algumas dezenas de pessoas realizavam um protesto do lado de fora, gritando "Fora! Fora!". Na saída, os carros foram atingidos por uma chuva de legumes, frutas e ovos e depois os motociclistas seguiram a caravana por cerca de 5 quilômetros.

Agencia Estado,

07 Abril 2006 | 16h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.