Reuters
Reuters

Carro explode em região movimentada de Berlim e mata motorista

Polícia já descartou que haja mais explosivos no local do incidente. Além do motorista, que morreu em razão dos ferimentos, nenhuma outra pessoa ficou ferida

O Estado de S. Paulo

15 de março de 2016 | 08h36

BERLIM - Uma pessoa morreu após a explosão de uma suposta bomba instalada em um carro em Berlim, segundo informou nesta terça-feira, 15, a polícia da capital alemã.

Um homem dirigia o carro no distrito de Charlottenburg na direção do centro da cidade quando o veículo explodiu, por volta das 8h (hora local), segundo o porta-voz policial. O automóvel virou, o motorista se feriu gravemente e morreu pouco depois, ainda no local, disse o funcionário. Nenhuma outra pessoa ficou ferida.

A polícia de Berlim já descartou que haja mais explosivos no local onde aconteceu a explosão. "Por enquanto, nós não temos pistas certas sobre o que está por trás do incidente", afirmou o porta-voz da promotoria.

A divisão de homicídios da polícia de Berlim ainda investiga o caso. Um porta-voz do escritório da promotoria da cidade disse que a vítima não foi identificada e que serão verificadas as circunstâncias da explosão.

Segundo as primeiras investigações, a detonação foi provocada por uma bomba. Imagens do local mostram os destroços do modelo Volkswagen Passat prateado, registrado em Berlim, que explodiu, com as janelas estouradas e a frente amassada. “A explosão aconteceu dentro do carro”, disse Carsten Mueller, porta-voz adjunto da polícia de Berlim.

Apesar do susto, polícia alemã afirmou que não tinha conhecimento de qualquer "antecedente terrorista" relacionado à explosão de um carro no centro de Berlim. "Não existe evidência de haver um antecedente terrorista", disse um porta-voz da polícia local.

Forças de segurança informaram aos moradores da área incluída no perímetro de segurança que concluiram o trabalho e que eles já podem sair de casa se quiserem. Policiais haviam isolado o local e pedido aos moradores que não saíssem. /EFE, REUTERS, ASSOCIATED PRESS e DOW JONES NEWSWIRES

Tudo o que sabemos sobre:
explosãoveículoBerlim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.