Carro explode na Itália e mata o motorista

Um carro estacionado perto de uma sinagoga na cidade italiana de Módena, matando o motorista, num aparente suicídio. A polícia diz que o morto era de origem jordaniana e atribui sua morte a problemas emocionais, não a uma tentativa de atacar o templo judaico.Ao que tudo indica, o homem ateou fogo a um tanque de líquido inflamável, dentro do carro, o que levou o tanque de gasolina do veículo a explodir, disse um policial. A agência italiana Ansa cita o prefeito de Módena informando que o suicida era conhecido dos serviços sociais da cidade. Ele estava desempregado e sofria de depressão.Dois policiais que vigiavam a sinagoga viram as labaredas saindo do Peugeot e tentaram apagar o fogo, afastando-se poucos instantes antes da explosão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.