Carro invade aeroporto durante chegada de Panetta ao Afeganistão

Secretário de Defesa dos EUA faz visita surpresa; apenas motorista do veículo se feriu

Efe

14 de março de 2012 | 15h25

WASHINGTON - O Pentágono confirmou que um veículo invadiu a pista do aeroporto onde aterrissou o avião que levava o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Leon Panetta, ao Afeganistão nesta quarta-feira, 14. O carro pegou fogo quando entrou no local, mas não há relatos de feridos entre os integrantes da comitiva americana.

 

Veja também:

tabela Dez anos de guerra no Afeganistão

 

Segundo o capitão John Kirby, porta-voz do Pentágono, "aproximadamente ao mesmo tempo em que o avião do secretário Panetta chegava ao Camp Bastion (base aérea no sul do Afeganistão), uma caminhonete entrou no aeroporto em alta velocidade". As primeiras informações oficiais dão conta de que o motorista do carro, um afegão, está recebendo tratamento por causa das queimadoras. Ele estava desarmado e não foram encontrados explosivos no veículo.

 

O Pentágono acredita que o veículo utilizado é roubado, embora não foram dados detalhes de como o afegão que o dirigia conseguiu burlar as medidas de segurança da base, controlada pelas Forças Armadas da Grã-Bretanha. O carro se chocou contra um talude perto de onde o avião que levava Panetta e sua comitiva estacionaria após a aterrissagem, mas não há informações se trata-se de um ataque deliberado.

 

Panetta chegou nesta quarta-feira ao Afeganistão em uma visita não anunciada de dois dias, que ocorre dias depois de um soldado americano assassinar 16 civis afegãos, incidente que estremeceu as relações entre Cabul e Washington. 

Tudo o que sabemos sobre:
EUAPanettaAfeganistãoTaleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.