Prefeitura da cidade de Waukesha / via AFP Photo
Prefeitura da cidade de Waukesha / via AFP Photo

Carro invade desfile e deixa cinco mortos em Wisconsin, nos EUA

O chefe de polícia de Waukesha disse a repórteres que uma pessoa suspeita está sob custódia e que o veículo foi recuperado cerca de 32 km do local do acidente

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de novembro de 2021 | 02h03
Atualizado 22 de novembro de 2021 | 07h56

Cinco pessoas morreram e mais de 40 ficaram feridas após um veículo SUV invadir um desfile de Natal em Waukesha, Wisconsin, nos Estados Unidos, neste domingo, 21. O veículo atingiu dezenas de pessoas, incluindo crianças e um grupo de dança formado por idosos. Não se sabe se o incidente tem relação com terrorismo.

O chefe de polícia de Waukesha, Dan Thompson, disse a repórteres que uma pessoa suspeita está sob custódia e que o veículo foi recuperado cerca de 32 km a oeste do local do acidente.

"Neste momento, podemos confirmar que cinco pessoas morreram e mais de 40 estão feridas. No entanto, esses números podem mudar à medida que coletamos informações adicionais”, disse o Departamento de Polícia de Waukesha em sua página no Facebook. 

Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o momento em que um veículo vermelho avança em alta velocidade pelo desfile, parecendo atropelar mais de uma dúzia de pessoas. Um policial disparou contra o automóvel na tentativa de impedir o atropelamento. Outro vídeo mostra a polícia atirando contra o veículo quando este se choca contra as barreiras da rua. 

 

 


Belen Santamaria, seu marido e sua filha de três anos planejavam se juntar ao desfile com os integrantes de sua igreja. Entretanto, Santamaria, uma operária mexicana de 39 anos, acordou no domingo com dor nas costas e a família teve de assistir à procissão da calçada.

"O SUV veio a toda velocidade", relatou. "Então comecei a ouvir pessoas gritando."

Ela se escondeu em um restaurante com a filha enquanto seu marido, o entregador Jesus Ochoa, de 39 anos, tentava ajudar os feridos. Santamaria diz que cerca de 10 membros de sua igreja, incluindo crianças, ficaram feridos.

Uma mulher disse à emissora de TV Fox6 que o SUV atingiu um time de dança de meninas entre 9 e 15 anos. Ela relatou que a reação imediata foi o silêncio, seguido por gritos e correria. Um vídeo na internet mostra um pequeno grupo aglomerado em torno de meninas feridas e pompons brancos espalhados pelo chão.

Uma testemunha disse que o motorista também atingiu idosos pertencentes a um grupo de dança chamado "avós dançantes". 

“Membros do grupo e voluntários foram atingidos pelo carro e estamos aguardando informações sobre suas condições”, informou a página oficial do grupo no Facebook. "Por favor, mantenham as avós, todos os feridos e todos aqueles que testemunharam este evento horrível em seus pensamentos e orações."

O presidente Joe Biden foi informado por assessores sobre os eventos, disse um funcionário da Casa Branca.

"A Casa Branca está monitorando de perto a situação em Waukesha e nossos corações estão com todos os que foram afetados por este terrível incidente. Entramos em contato com as autoridades estaduais e locais para oferecer qualquer apoio e assistência conforme necessário”, diz nota oficial.

Fotos e vídeos de Waukesha circulando no Twitter mostraram carros de polícia e ambulâncias lotando uma rua enfeitada com luzes de Natal após o incidente, que ocorreu pouco depois das 16h30 no horário local (19h30 em Brasília).

Em 2015, quatro pessoas morreram e 46 ficaram feridas em Stillwater, Oklahoma, quando uma mulher se chocou contra uma multidão que assistia ao desfile de volta ao lar de um time de futebol. Um caminhão foi deliberadamente dirigido a um mercado de Natal em Berlim, Alemanha, em 2016, matando 12 pessoas em um ataque vinculado ao Estado Islâmico. / Com informações da Reuters.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.