Carro onde Kennedy morreu é vendido por US$ 225 mil

O conversível Lincoln Continental em que viajava o presidente dos Estados Unidos, John Kennedy, quando foi assassinado em 22 de novembro de 1963, em Dallas, foi vendido em leilão por US$ 225 mil.O automóvel foi restaurado, mas o interior permanece original, segundo o presidente da casa de leilões Guersney.Outros artigos do presidente norte-americano também foram leiloados: uma aquarela que Kennedy pintou dois anos antes da morte alcançou US$ 30 mil; uma cadeira de madeira que o presidente ganhou de presente foi vendida a US$ 80 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.