Carromero será deportado de Cuba à Espanha

O espanhol Angel Carromero será deportado de Cuba à Espanha, onde cumprirá a pena de prisão de quatro anos emitida pela Justiça de Cuba, por ter sido responsável involuntário do acidente de trânsito que matou o dissidente cubano Oswaldo Payá, informou nesta sexta-feira o governo da Espanha. No dia 12, os governos da Espanha e Cuba firmaram um memorando em Havana para permitir a deportação de Carromero, que pediu para ser enviado à Espanha, o que facilitou o processo, disse a vice-presidente espanhola Soraya Saenz de Santamaría. Como parte do acordo, também será deportado o espanhol Juan Manuel Vives, que cumpre sentença de prisão de 18 anos em Cuba por tráfico de drogas.

AE, Agência Estado

14 de dezembro de 2012 | 16h36

Carromero, de 27 anos e militante do Partido Popular (centro-direita), foi condenado em Cuba por homicídio culposo, porque dirigia o automóvel onde viajava com Payá, com outro dissidente cubano, Harold Cepero, e um sueco. Além de Payá, Cepero também morreu no desastre, que acontece em julho em Bayamo, no leste de Cuba. O sueco, considerado não responsável pelo acidente, partiu para Estocolmo em setembro.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.