Carromero será deportado de Cuba à Espanha

O espanhol Angel Carromero será deportado de Cuba à Espanha, onde cumprirá a pena de prisão de quatro anos emitida pela Justiça de Cuba, por ter sido responsável involuntário do acidente de trânsito que matou o dissidente cubano Oswaldo Payá, informou nesta sexta-feira o governo da Espanha. No dia 12, os governos da Espanha e Cuba firmaram um memorando em Havana para permitir a deportação de Carromero, que pediu para ser enviado à Espanha, o que facilitou o processo, disse a vice-presidente espanhola Soraya Saenz de Santamaría. Como parte do acordo, também será deportado o espanhol Juan Manuel Vives, que cumpre sentença de prisão de 18 anos em Cuba por tráfico de drogas.

AE, Agência Estado

14 de dezembro de 2012 | 16h36

Carromero, de 27 anos e militante do Partido Popular (centro-direita), foi condenado em Cuba por homicídio culposo, porque dirigia o automóvel onde viajava com Payá, com outro dissidente cubano, Harold Cepero, e um sueco. Além de Payá, Cepero também morreu no desastre, que acontece em julho em Bayamo, no leste de Cuba. O sueco, considerado não responsável pelo acidente, partiu para Estocolmo em setembro.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.