Carros-bomba deixam 62 mortos em Bagdá

Ataques atingiram o Ministério da Justiça e outro prédio do governo perto da zona verde, no centro da capital iraquiana.

BBC Brasil, BBC

25 de outubro de 2009 | 07h57

Dois ataques com carros-bomba no centro de Bagdá deixaram pelo menos 62 mortos e dezenas de feridos na manhã deste domingo, de acordo com informações da polícia.

As explosões aconteceram quase ao mesmo tempo, às 10h30 da manhã, hora local, quando as pessoas se dirigiam ao trabalho, e atingiram o Ministério da Justiça e outro prédio do governo perto da zona verde, a região fortemente protegida no centro da capital iraquiana, causando muita destruição.

Policiais dizem que o número de vítimas deve aumentar, já que equipes de resgate ainda estão procurando sobreviventes e corpos nos escombros.

Os ataques são os maiores desde o dia 19 de agosto, quando caminhões-bomba atingiram prédios do governo matando ao menos 100 pessoas. Na época, o governo iraquiano culpou militantes estrangeiros e acusou a Síria de envolvimento, além de exigir uma investigação das Nações Unidas.

Desta vez, analistas dizem que a insurgentes estrangeiros devem voltar a ser responsabilizados pelos ataques, vistos como uma suposta tentativa de desestabilizar a situação no Iraque antes das eleições marcadas para meados de janeiro do ano que vem.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
explosãobombairaquebagdá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.