Carros-bomba matam 14 em véspera de festival

Explosões de carros-bomba mataram 14 pessoas no Iraque ontem, véspera do festival muçulmano que marca o início do ano islâmico, informaram fontes policiais. O mês sagrado de Muharram tem significado especial para os muçulmanos xiitas, principal alvo dos aliados iraquianos da Al-Qaeda e de outros insurgentes sunitas que buscam reacender a violência sectária que envolveu o país em 2006 e 2007. O ataque mais letal ocorreu em Kirkuk, onde quatro bombas colocadas em carros estacionados mataram nove.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.