Carta-bomba fere dois em uma empresa inglesa

Duas pessoas ficaram levemente feridas nesta terça-feira em conseqüência da explosão do que se acredita ser uma carta-bomba no escritório da empresa Vantis, na localidade de Wokingham (sudeste da Inglaterra), informou a Polícia do condado.O incidente ocorreu um dia depois de uma mulher ficar ferida na explosão de um pacote-bomba em uma área comercial do centro de Londres.Segundo a Polícia, a explosão desta terça afetou uma companhia situada no Centro de Negócios de Oaklands, em Wokingham, pouco depois das 9h (7h de Brasília).Os serviços de emergência foram ao local da explosão. O centro de negócios, no sudeste inglês, foi imediatamente evacuado e a área isolada, enquanto as duas pessoas feridas na explosão foram tratadas, mas não precisaram ser internadas.Embora ainda se desconheça quem era o destinatário da carta-bombarecebida na terça, se sabe que o escritório afetado não era da Capita, o atingido na segunda-feira, mas pode tratar-se de uma empresa decontabilidade que administra multas.Pacote-bombaAgentes da Polícia destacaram que ainda é cedo para estabelecer uma conexão com o fato de segunda-feira, ocorrido no escritório da empresa Capita, situada na londrina Victoria Street, perto do Parlamento britânico."Sabemos que houve um incidente similar ontem em Londres, mas éprematuro fazer conjecturas sobre se ambos podem ter relação", disseum porta-voz policial.Na explosão de segunda-feira, uma funcionária da Capita ficouferida nas mãos e no abdômen após a explosão de uma carta-bomba quechegou por volta das 9h40 (7h40 de Brasília). Segundo os meios decomunicação, o envelope não era dirigido a ela, mas à outra pessoada companhia.Membros da unidade antiterrorista da Scotland Yard investigam aexplosão de ontem e analisarão se pode estar relacionada com a desta terça.A Capita é uma empresa que recebe subcontratos, sobretudo daAdministração pública, e, entre outras coisas, administra o impostode circulação pelo centro de Londres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.