Cartas provariam que Bin Laden está vivo

Cartas supostamente escritas por Osama bin Laden foram encontradas em poder do "número 3" da organização Al-Qaeda detido sábado no Paquistão, Khalid Sheikh Mohammed. O achado tende a provar que Bin Laden está vivo e poderia estar escondido em território paquistanês.Levado para a base de Bagram, no Afeganistão, onde militares dos EUA instalaram um campo de detenção, Mohammed disse que se correspondia com Bin Laden por meio de uma rede complexa de mensageiros, segundo fonte próxima das investigações.Segundo o ministro do Interior do Paquistão, Faisal Saleh Hayat, a prisão de Mohammed, que estava na cidade de Rawalpindi - vizinha da capital paquistanesa, Islamabad - deve levar à captura de outros dirigentes da Al-Qaeda, refugiados no país após a queda do regime do Taleban no Afeganistão, em novembro de 2001. Junto com Mohammed, foi preso Mustafa Ahmed al-Hawsawi, acusado de transferir fundos para os seqüestradores que desfecharam os atentados de 11 de setembro de 2001.O ministro paquistanês acrescentou que as duas detenções permitirão desarticular células da Al-Qaeda "ativas ou latentes" ao redor do mundo. Mohammed, que usava cerca de 60 nomes diferentes, era caçado por autoridades americanas e paquistanesas. Com ele foram confiscados computadores, agendas pessoais e documentos que estão sendo analisados por agentes da inteligência paquistanesa.Na base americana de Guantánamo, em Cuba, para onde foram levados centenas de acusados de pertencerem à rede Al-Qaeda, o Pentágono informou ter registrado nos últimos dias a 20ª tentativa de suicídio entre os detentos. Na maioria dos casos, segundo uma porta-voz americana, os detidos tentaram se enforcar usando as próprias roupas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.