Carter deixa ilha sem libertar americano

CUBA - 1

, O Estado de S.Paulo

31 Março 2011 | 00h00

O ex-presidente dos EUA Jimmy Carter reuniu-se ontem com o americano Alan Gross, no último dia de sua visita a Cuba, e disse que Havana deixou clara sua intenção de não libertá-lo. Gross cumpre pena de 15 anos na ilha, onde foi condenado no início do mês por contrabandear equipamentos de comunicação. O anúncio causou decepção entre parentes de Gross, pois a viagem de Carter provocou expectativas sobre sua libertação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.