Carter recebe permissão para ir a Cuba

O ex-presidente norte-americano Jimmy Carter já conta com a permissão do governo e viajará para Cuba em maio, anunciou nesta terça-feira uma porta-voz de Carter. Como todo cidadão norte-americano, Carter precisa de uma permissão especial do Departamento do Tesouro para visitar Cuba, país que enfrenta há quase 40 anos um pesado embargo econômico dos EUA. "Recebemos a aprovação na sexta-feira e estamos planejando a viagem para maio", disse hoje em Atlanta uma porta-voz do Centro Carter, Deanna Congileo.Quando se soube que o ex-presidente estava programando uma viagem a Havana, o presidente George W. Bush, através do porta-voz Ari Fleischer, disse esperar que o ex-presidente possa pressionar o presidente cubano Fidel Castro a levar adiante as reformas no terreno das liberdades civis.Em Havana, uma fonte autorizada dos EUA também confirmou a visita a Cuba de Carter - que será o mais alto funcionário norte-americano a visitar a ilha desde o triunfo da revolução que levou Fidel ao poder em janeiro de 1959.Durante a administração de Jimmy Carter (1976-1980), foram abertos escritórios de representação de interesses entre os dois países, que romperam relações no início dos anos 60.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.