AFP /Jewel Samad
AFP /Jewel Samad

Carter revela que tem câncer com metástase

Ex-presidente americano diz em comunicado que cirurgia revelou tumor no fígado que se espalhou para outras partes

O Estado de S. Paulo

12 de agosto de 2015 | 20h45

TAMPA, EUA - O ex-presidente americano Jimmy Carter, de 90 anos, disse nesta quarta-feira, 12, que a cirurgia no fígado a que se submeteu no dia 3 revelou que ele tem um câncer que se espalhou para outras partes do corpo. “Vou reorganizar meu horário conforme necessário para que possa me submeter a tratamento médico no Emory Healthcare (Atlanta)”, disse Carter em comunicado. “Uma declaração pública mais completa será feita quando os fatos estiverem mais claros, possivelmente na semana que vem”, acrescentou. 

Carter, um democrata, foi o 39.º presidente dos Estados Unidos, entre 1977 e 1981, depois de vencer o republicano Gerald Ford. Ele foi derrotado pelo republicano Ronald Reagan quando tentou se reeleger, em 1980.

O Carter Center, em Atlanta, afirmou, na semana passada, que ele havia sido submetido a uma cirurgia no Hospital da Universidade de Emory para remover uma pequena massa em seu fígado, acrescentando que a operação prosseguiu sem problemas e o prognóstico foi excelente para uma recuperação completa.

Carter é um dos quatro ex-presidentes americanos que ainda estão vivos e é o segundo mais velho, depois de George H. Bush, que completou 91 anos em junho. O presidente Barack Obama divulgou ontem um comunicado desejando-lhe uma completa recuperação. Após deixar a presidência, ele se dedicou ao Carter Center, fundado em 1982, que trabalha no combate à pobreza, à fome e aos conflitos globais. Por seus esforços, Carter ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 2002. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Jimmy CarterEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.