Casa Branca admite possibilidade de receber Raúl Castro

Casa Branca admite possibilidade de receber Raúl Castro

Presidente americano, Barack Obama, falou na quarta-feira sobre ir à Havana em visita oficial; John Kerry disse que também quer ir

Cláudia Trevisan, de Washington / Correspondente, O Estado de S. Paulo

18 de dezembro de 2014 | 16h19

WASHINGTON - A Casa Branca não descartouontem a possibilidade de o presidente Barack Obama receber em Washington opresidente de Cuba, Raúl Castro. A eventual visita seria um passo adicional nareaproximação entre os dois países iniciada na quarta-feira, quando foramanunciadas medidas que provocam a maior transformação nos laços bilateraisdesde a adoção do embargo econômico pelos EUA em 1962.

“O presidente recebeulíderes tanto de Burma quanto da China nos Estados Unidos e, por essa razão, eunão descarto uma visita do presidente Castro”, disse o porta-voz da CasaBranca, Josh Earnest, mencionado dois países que possuem regimes autoritários.Em um gesto de caráter político, o governo americano usa Burma para se referira Mianmar, nome dado ao país pelos militares.

Anteontem, foi a vez deObama se mostrar aberto à possibilidade de visitar Cuba. “Eu não tenho planosagora, mas vamos ver como as coisas evoluem”, declarou o presidente ementrevista à rede ABC, poucas horas depois de anunciar as medidas que colocam fimao isolamento de cinco décadas e meia que marcou o relacionamento bilateral.

Na terça-feira, Obama eCastro conversaram por telefone durante 45 minutos, no primeiro contato do tipoentre líderes dos dois países desde a Revolução Cubana. Antes disso, os doispresidentes haviam se encontrado no funeral de Nelson Mandela, quandoprotagonizaram um breve aperto de mãos.

O secretário de Estado, JohnKerry, foi mais enfático que Obama e disse irá à ilha dos Castro. “Eu esperoser o primeiro secretário de Estado em 60 anos a visitar Cuba”, disse em nota. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.