Casa Branca confirma caso de antrax pulmonar na Flórida

O secretário de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, Tommy Thompson, anunciou que os Centros de Prevenção e Controle de Doenças do país (CDC) confirmaram um caso de antrax em um homem hospitalizado na Flórida. Segundo Thompson, o governo dos EUA não tem, até o momento, nenhuma indicação de que o caso possa estar ligado a terrorismo, mas que o FBI e outras agências federais estão investigando todos os passos dados pelo paciente nos dias anteriores à internação.O secretário disse que o homem foi hospitalizado no dia 1º e que o diagnóstico foi confirmado ontem como antrax pulmonar. Antrax, uma bactéria encontrada em animais, é usada como arma biológica por alguns países, entre eles os EUA. "Com base no que sabemos até o momento, aparentemente trata-se de um caso isolado. Quero assegurar que todo mundo entenda que antrax não é uma doença contagiosa ou transmissível, o que quer dizer que ela não se espalha de uma pessoa para outra. Se reconhecida suficientemente cedo, ela pode ser prevenida e tratada com antibióticos", afirmou Thompson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.