AP Photo/Susan Walsh
AP Photo/Susan Walsh

Casa Branca confirma reunião entre Trump e Kim no dia 12 às 9h

Porta-voz do governo americano afirma que presidente é informado diariamente sobre os preparativos do encontro

Nicholas Shores, O Estado de S.Paulo

04 Junho 2018 | 16h54

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, revelou nesta segunda-feira, 4, que a reunião em Cingapura entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, terá início em 11 de junho, às 22h (de Brasília). No horário local, a cúpula está marcada para 12 de junho, às 9h.

Em coletiva de imprensa na sede do governo americano, Sarah disse que Trump é informado diariamente sobre o andamento dos preparativos para o encontro, e buscou reforçar que Washington "não mudou sua posição" em relação a Pyongyang, descrita pelo presidente em outras ocasiões como de "pressão máxima".

+ Após reunião com braço direito de Kim, Trump confirma cúpula no dia 12

"Nós ainda temos sanções muito fortes sobre a Coreia do Norte e nós só as levantaríamos após a desnuclearização" do país, afirmou a porta-voz.

Sarah foi questionada por diversos repórteres sobre qual o embasamento de Trump para ter escrito hoje no Twitter que tem "direito absoluto" de conceder um perdão presidencial a si mesmo e que o apontamento do conselheiro especial Robert Mueller para investigar a interferência da Rússia nas eleições americanas de 2016 é "inconstitucional". Há suspeitas de que, nesse caso, Trump possa ser investigado por obstrução de justiça.

"Acadêmicos da área legal já levantaram a questão da legalidade do conselho especial", respondeu a porta-voz. "Não tenho nada a acrescentar às palavras do presidente, a não ser reforçar que ele não fez nada de errado e, por isso, não tem de se preocupar com um indiciamento", limitou-se a dizer. / Estadão Conteúdo 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.