Casa Branca confirma viagem de Obama ao Brasil

Presidente americano também visitará Chile e El Salvador entre 19 e 23 de março.

BBC Brasil, BBC

18 de fevereiro de 2011 | 23h18

Viagem será a primeira de Obama para a América do Sul

A Casa Branca confirmou na noite desta sexta-feira a visita que o presidente Barack Obama e a primeira-dama Michelle Obama farão ao Brasil - Rio de Janeiro e Brasília - entre 19 e 23 de março.

Na mesma viagem, eles também irão ao Chile e a El Salvador.

Segundo o comunicado da Presidência americana, Obama vai se reunir com líderes locais para reforçar seu compromisso com a América Latina.

Um dos objetivos da visita, de acordo com a Casa Branca, é "discutir temas como prosperidade econômica e criação de emprego por meio de ampliação de negócios e parcerias, além de cooperação em setores de energia e segurança".

Também serão fechadas importantes parcerias bilaterais, "para reforçar o compromisso do presidente com a região e para avançar nos esforços dos Estados Unidos para se trabalhar como parceiros igualitários na hora de lidar com os desafios existentes no continente".

No Brasil, o presidente americano de verá se reunir com a presidente Dilma Rousseff para tratar de áreas de interesse conjunto.

Divergências

A viagem é a primeira do presidente americano à América do Sul.

Esperava-se uma visita de Obama ao Brasil desde o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas a viagem acabou sendo adiada várias vezes, em meio a um certo esfriamento das relações bilaterais devido a divergências sobre vários temas nos últimos dois anos.

No ano passado, as divergências foram acentuadas pela aproximação de Lula com o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad. O Brasil não apoiou a aplicação de uma nova rodada de sanções da ONU contra o programa nuclear iraniano, aprovada pelo Conselho de Segurança em junho.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
obamaestados unidosbarack obamabrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.