Casa Branca divulga comunicado sobre votação de hoje

O secretário de imprensa da Casa Branca divulgou há pouco o comunicado que revela os planos dos líderes republicanos da Câmara. De acordo com o documento, os políticos querem adiar um ano a reforma de saúde, conhecida como Obamacare, como condição para concordar em financiar o governo. A proposta teve rejeição imediata do líder da maioria democrata do Senado, Harry Reid, e deixou o Congresso em um impasse sobre como evitar a paralisação do governo norte-americano.

AE, Agência Estado

28 Setembro 2013 | 19h56

O comunicado ressalta que o Congresso tem dois trabalhos a fazer: "aprovar orçamentos e pagar as contas que já acumulou". "Os republicanos no Congresso tiveram a chance de simplesmente continuar com a resolução que mantém o governo funcionando por mais algumas semanas. Mas, ao invés disso, eles decidiram que preferem se ater a um ponto ideológico demandando a sabotagem da lei da saúde", consta no documento.

O texto diz ainda que o republicanos já tentaram adiar a lei por mais de 40 vezes e falharam, e que eles sabem que esta demanda é "imprudente e irresponsável". "O presidente mostrou que ele está disposto a melhorar a saúde. Qualquer membro do Partido Republicano que votar para o adiamento do Obamacare, estará votando para a paralisação. Está na hora de a Câmara ouvir o povo americano e agir, como o Senado tem feito, de forma razoável, para aprovar uma lei que mantenha o governo funcionando", concluiu o informe.

A Câmara encontra-se em recesso neste momento. A expectativa é de que a reunião seja realizada nesta noite de sábado para votação, ainda sem horário determinado. Fontes: Dow Jones Newswires e Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.