EFE/KCNA/JUSTIN LANE
EFE/KCNA/JUSTIN LANE

Casa Branca diz não ter declarado guerra à Coreia do Norte

Sugerir isso é absurdo, diz porta-voz de Trump, após chanceler norte-coreano prometer disparar contra bombardeiros americanos, mesmo que não estejam no espaço aéreo do país

O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2017 | 15h40

WASHINGTON - A Casa Branca rejeitou nesta segunda-feira, 25, ter declarado guerra à Coreia do Norte, em uma tentativa de amenizar  a escalada verbal entre Washington e Pyongyang nos últimos dias. “Essa sugestão é absurda”, disse a porta-voz Sarah Huckabee-Sanders.

Depois de o presidente Donald Trump criticar no fim de semana o governo norte-coreano e voltar a chamar seu líder, Kim Jong-un, de “homem-foguete”, o chanceler Ri Yong-ho disse na manhã de hoje que  Trump “declarou guerra” ao seu país.

Segundo ele,  Pyongyang tem o direito de tomar as medidas cabíveis, entre elas, disparar contra bombardeiros americanos, mesmo que não estejam no espaço aéreo do país.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.