EFE/KCNA/JUSTIN LANE
EFE/KCNA/JUSTIN LANE

Casa Branca diz não ter declarado guerra à Coreia do Norte

Sugerir isso é absurdo, diz porta-voz de Trump, após chanceler norte-coreano prometer disparar contra bombardeiros americanos, mesmo que não estejam no espaço aéreo do país

O Estado de S.Paulo

25 Setembro 2017 | 15h40

WASHINGTON - A Casa Branca rejeitou nesta segunda-feira, 25, ter declarado guerra à Coreia do Norte, em uma tentativa de amenizar  a escalada verbal entre Washington e Pyongyang nos últimos dias. “Essa sugestão é absurda”, disse a porta-voz Sarah Huckabee-Sanders.

Depois de o presidente Donald Trump criticar no fim de semana o governo norte-coreano e voltar a chamar seu líder, Kim Jong-un, de “homem-foguete”, o chanceler Ri Yong-ho disse na manhã de hoje que  Trump “declarou guerra” ao seu país.

Segundo ele,  Pyongyang tem o direito de tomar as medidas cabíveis, entre elas, disparar contra bombardeiros americanos, mesmo que não estejam no espaço aéreo do país.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.